Teu grande amor

Segunda-feira, 7/Fevereiro/11 § 4 comentários

E foi assim que eu te conheci: um sorriso no rosto, um amargo no peito, um vazio nas mãos.

Disse a mim que perdeste um amor. Teu grande amor. Mesmo assim, não se sentia infeliz. Mesmo sem compreender, concordei.

Concordei porque não pude dizer não a nada que vinha de você. Seu olhar me invadiu, sua voz me encantou.

Me entreguei como em uma ilha deserta. Fiz a escolha certa. Te tornei um pedaço de mim, e agora sim, pude entender: desde então, me fiz teu grande amor.

Anúncios

Tagged:

§ 4 Responses to Teu grande amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading Teu grande amor at corda solta.

meta

%d bloggers like this: